Alabaster Box

Quem é o mais rico?

"Há quem se faça rico, não tendo coisa nenhuma,
e quem se faça pobre, tendo grande riqueza"
(Provérbios 13:7)

Certo comerciante, proprietário de quase tudo em uma pequena cidade interiorana, possuía muitos empregados, mas tinha em um deles um cristão que dava testemunho de uma vida totalmente submissa à vontade de Deus, total confiança e amizade, ao ponto de fazê-lo seu confidente.

Em determinada manhã, logo que chegou a seu estabelecimento comercial, chamou o empregado à sua sala e com muita tristeza, contou-lhe um sonho que tivera na noite anterior. Um anjo do Senhor aparecia a ele e dizia que em três dias morreria o mais rico homem daquela região. E ele sabia que era o mais rico dentre todos os habitantes dali. Porém, três dias depois, quem morreu foi o seu empregado de confiança.

O verdadeiro tesouro não é aquele depositado em bancos da terra, mas os bens depositados nos céus. Mais rico é aquele que ganha almas do que aquele que ganha milhões. Não é aquele que tem o maior saldo bancário, mas a pobre viúva que depositou duas moedas no gazofilácio, tudo o que tinha naquele momento. Verdadeiramente rico é o que fala com Deus e de Deus com todos os que encontra em sua vida. Viemos ao mundo sem um tostão sequer e deixaremos este mundo da mesma forma.

Lembremo-nos sempre de que o que importa não é o que temos, mas o que somos. E que a nossa riqueza será medida não em razão dos bens amontoados, mas dos que compartilhamos, pois estes, além de trazer felicidade para o doador, enriquecem e alegram os corações dos que os recebem.


MELHOR UM CRENTE POBRE DO QUE UM RICO INCRÉDULO

A ilustração acima é incompleta, pois somente através da fé em Jesus Cristo podemos alcançar a Vida Eterna com Deus, mas a história mostra como o dinheiro não tem valor sem a única fé que salva.

Uma lenda conta: os servos estavam ajoelhados no piso de pedra da antecâmara rezando pelo seu amo Orlow que estava morrendo. O moribundo não escutava as orações. Elas eram feitas em tom grave e monótono, mas ele ouvia outro som, bem mais alegre, em seu ouvido. Orlow meditava naquilo em que havia pensado por toda sua vida: no seu dinheiro.
"Dinheiro", dizia ele sempre, "Dinheiro é tudo". E agora que ele estava morrendo, pensava que na eternidade o dinheiro também era tudo.

Com suas últimas forças ele desatou a chave que trazia pendurada em um molho em seu pescoço. Acenou para uma empregada que estava próxima e mandou que ela abrisse um baú que estava ao lado de sua cama. E então mandou colocar em seu caixão um saco cheio de ouro que se encontrava no baú.

Quando o avarento chegou no céu, viu uma longa mesa coberta com as mais finas iguarias. O caminho havia sido longo e ele estava com fome. Que bom, ele havia trazido ouro!

"Por favor, quanto custa o sanduíche de salmão?" Perguntou ele.
"Um copeque", lhe responderam.
"E as sardinhas?"
"O mesmo preço."
"E os pastéis?"
"Tudo custa um copeque."

Orlow deu um sorrisinho de satisfação: "É bem baratinho!", pensou ele, e encheu uma bandeja do que mais lhe agradava. Mas quando quis pagar com uma moeda de ouro, o vendedor não aceitou o dinheiro.

"Velho", disse ele, balançando a cabeça, "Você aprendeu muito pouco lá embaixo".
"Mas o que significa isso?" reclamou Orlow. "Meu ouro não é bom o suficiente?"
"Aqui não", foi a resposta. "Não recebemos dinheiro que alguém possui, mas aceitamos apenas o dinheiro que a pessoa deu aos outros." Mas Orlow não havia dado nem um copeque sequer em toda a sua vida.

"E então" perguntou o vendedor.
"Pense bem, talvez você deu uma esmola à algum pobre".

Orlow olhou para o saco estofado em suas mãos e ficou calado. Então vieram dois homens fortes, lhe pegaram pelos braços e o levaram para fora.




* 1 Copeque = 1 centavo de rublo, na Rússia.


Ps: Reconcilie-se com Deus em quanto é tempo, pois mesmo que Jesus tivesse nascido mil vezes em Belém, se não tiver nascido em seu coração, você estará irremediavelmente perdido.

Daniel Godri - Motivação em Equipe

Aprender a Perdoar - Exemplo do cachorro
video

Jesus - O maior líder de todos os tempos!
video

Diferença entre Ensinar e Educar

Numa escola pública estava ocorrendo uma situação inusitada: uma turma de meninas de 12 anos que usava batom todos os dias removia o excesso beijando o espelho do banheiro.

O diretor andava bastante aborrecido, porque o zelador tinha um trabalho enorme para limpar o espelho ao final do dia. Mas, como sempre, na tarde seguinte, lá estavam as Mesmas marcas de batom.

Chegou a chamar a atenção delas por quase 2 meses, e nada mudou, todos os dias acontecia a mesma coisa....

Um dia o diretor juntou o bando de meninas e o zelador no banheiro, explicou pacientemente que era muito complicado limpar o espelho com todas aquelas marcas que elas faziam.
Depois de uma hora falando, e elas com cara de deboche, o diretor pediu ao zelador "para demonstrar a dificuldade do trabalho". O zelador imediatamente pegou um pano, molhou no vaso sanitário e passou no espelho.

Nunca mais apareceram marcas no espelho!!!!

"Há professores e há educadores"

Noivinhos para Bolo de Casamento

Dizem que a noiva era um verdadeiro monstro... =]

Profissão mais antiga

Três amigos discutiam quem tinha a profissão mais antiga.

- Não que eu queira contar vantagem - disse o marceneiro - Mas os meus antepassados construíram a Arca de Noé!

- Isso não é nada! - contra-atacou o jardineiro - Foram os meus antepassados que plantaram o Jardim do Éden!

- Tudo bem! - disse o eletricista, tranqüilo - Mas quando Deus disse "Haja luz", quem vocês acham que tinha puxado a fiação?

O Pastor e a Onça

O Pastor estava passeando pela floresta quando viu uma onça que corria em sua direção. Começou a correr e quando ela estava quase alcançando-o, teve uma idéia brilhante: ele parou, ajoelhou-se, ergueu os braços para o céu e começou a orar:

-Senhor, faça com que esta onça tenha princípios cristãos!!!

Então, a onça parou abruptamente, também ergueu as mãos para o céu e disse:

- Senhor, abençoai esse alimento!

Vida boa...

O dia havia apenas amanhecido e o agricultor solitário já estava capinando a lavoura. Aquele seria, como outros tantos, um dia de trabalhos árduos de sol a sol. Ele sulcava o solo e ao mesmo tempo pensava na vida. Como era difícil a sua luta diária para sustentar a família.

Algumas vezes se surpreendeu questionando a justiça divina, que o escolhera para o trabalho duro enquanto privilegiava outros com tarefas leves e agradáveis. O sol já ia alto quando ele, cansado, tirou o chapéu e limpou o suor que escorria pelo rosto. Apoiou o braço sobre o cabo da enxada e se deteve a olhar ao redor por alguns instantes. Ao longe podia se ver a rodovia que cruzava as plantações, e ele avistou um ônibus que transitava pelas cercanias. Imediatamente pensou consigo mesmo:

- Vida boa deve ser a daquele motorista de ônibus. Trabalha sentado, e sem muito esforço conduz muita gente a vários destinos. Não toma chuva nem sol e ainda de quebra deve ouvir uma musiquinha para se distrair.

De fato o motorista trabalha sentado e não está sujeito às intempéries. Todavia, o motorista ao ser ultrapassado por um automóvel de passeio, começou a pensar:

- Vida boa mesmo deve ser a desse executivo, dirigindo um carrão de luxo! Não tem patrão para lhe cobrar horários nem tem que passar dias na estrada como eu, longe de casa e da família.

No entanto, logo à frente, o executivo pensava em como era difícil a sua correria diária. As preocupações com os negócios, as viagens longas, as reuniões intermináveis, o salário dos empregados no final do mês, os impostos, aplicações, investimentos e outras tantas coisas para resolver.

Mergulhado em seus pensamentos, olhou para o céu e avistou um avião que cruzava os ares, e disse como quem tinha certeza:

- Vida boa é a de piloto de avião. Conhece o mundo inteiro de graça, não precisa enfrentar esse trânsito infernal e o salário é compensador.

Porém, dentro da cabina da aeronave estava um homem a pensar nos seus próprios problemas:

- Como é dura a vida que eu levo. Semanas longe da esposa, dos filhos, dos amigos. Vivo mais tempo no ar do que no solo e, para agravar, estou sempre preocupado com as centenas de pessoas que viajam sob minha responsabilidade.

Nesse instante, um ponto escuro no solo lhe chamou atenção. Observou atentamente e percebeu que era um homem trabalhando na lavoura. Exclamou para si mesmo com certa melancolia:

- Ah, como eu gostaria de estar no lugar daquele homem, trabalhando tranqüilamente em meio à vegetação e ouvindo o canto dos pássaros, sem maiores preocupações! E ao final do dia voltar para casa, abraçar a esposa e os filhos, jantar e repousar serenamente ao lado daqueles que tanto amo. Isso sim é que é vida boa!

"Viver é um grande desafio à inteligência humana e uma prova à capacidade do homem de florescer no lugar exato em que foi plantado."

________________________________________________
"Em todo trabalho há proveito, mas ficar só em palavras leva à pobreza." Provérbios 14:23

AMAR NÃO É...

O amor não é algo que o faz sair do chão e o transporta para lugares que você nunca viu. O nome disso é avião.

O amor não é uma coisa que te faz perder a respiração e a fala. O nome disso é bronquite asmática.

O amor não é uma coisa que chega de repente e o transforma em refém. Isso se chama seqüestrador.

O amor não é uma coisa que você pode prender ou botar pra fora de casa quando bem entender. Isso se chama cachorro.

O amor não é uma coisa cinza que lançou uma luz sobre você, o levou pra ver as estrelas e o trouxe de volta com algo dele dentro de você. Isso se chama alienígena.

O amor não é uma coisa que desapareceu e que, se encontrado, poderia mudar o que está diante de você. Isso se chama controle remoto da TV.

O amor é outra coisa! =]

A Terra: ÚNICA em todo o Universo


A TERRA

Por Jerry Bergman, Ph.D.*

A Terra é o único planeta girando em torno do Sol que oferece condições para que a vida possa existir. Com um breve relance, entre a Terra e TODOS os outros planetas conhecidos, achar-se-ão muitos contrastes surpreendentes. A Terra, como planeta, consiste em sua maioria de: ferro, oxigênio, enxofre, silício, magnésio e níquel (total de 98%), sendo que os outros dois por cento consistem aproximadamente de cem outros elementos. Como em NENHUM outro planeta, o nosso é coberto com vegetações verdes, mares verde-azulados, correntezas, rios, montanhas e desertos, os quais produzem uma variedade espetacular em cores e texturas - TODOS os outros planetas conhecidos estão cobertos com solo inanimado e que se modificam muito pouco com o vento, ou com as suaves correntes de ar. Completamente improdutiva é a superfície da maioria dos planetas, é totalmente um contraste à Terra com seus lagos azuis, oceanos verdes, enormes massas de terra e 500.000 ilhas. Mesmo à certa distância suas cores são vivas - verdes vivos, azuis e brancos - enquanto que as superfícies de todos os outros planetas conhecidos são tristes, e sem vida.

Em todos os nichos sobre a Terra, é achado algum tipo de vida. Mesmo no pólo Antártico gelado, existem seres microscópicos resistentes nos lagos, minúsculos insetos, sem asas, vivem em lugarejos com musgos e liquens, e mesmo dois tipos de plantas florescem anualmente. Desde o local mais distante da atmosfera até o fundo dos oceanos, desde o lugar mais gelado dos pólos até o lugar mais quente do equador, persiste a vida. Até a data de hoje, nenhum sinal de vida tem-se achado em qualquer outro planeta. A Terra é imensa - 12.872 km de diâmetro e pesando aproximadamente 6,6 x 10(21) toneladas. Se a velocidade da Terra na sua trajetória de 107.600 km/h em torno do Sol fosse menor, sua trajetória seria mais distante, e se, distante demais do Sol, todo e qualquer tipo de vida inexistiria. Se a velocidade da trajetória da Terra fosse maior, ela estaria mais próxima do Sol, e se, estivesse perto demais, a vida nela também não seria possível. A Terra em sua trajetória de 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 45,51 segundos, é exata ao milionésimo de um segundo! Se a temperatura média anual da Terra aumentasse ou diminuísse alguns graus, a vida em sua maioria seria comprometida pelo calor ou pelo frio. Esta mudança causaria um distúrbio no equilíbrio água-gelo e em outros equilíbrios, com resultados desastrosos. Se ela girasse mais lentamente em torno do seu próprio eixo, toda a vida morreria na hora, ou por congelamento à noite por falta de calor do Sol, ou por excesso de calor durante o dia.


O SOL

De toda a energia que o Sol emite, apenas a bilionésima parte é absorvida diariamente pela Terra. O Sol provê a Terra com mais de 130 trilhões de hp cada dia, aproximadamente 50.000 hp por pessoa existente. Apesar de existirem várias centenas de bilhões de galáxias no universo, há somente um átomo para cada 88 galões de espaço, o que significa que a maior parte do universo (a grande maioria, na verdade) é espaço vazio!

Se a lua estivesse mais próxima da Terra, resultaria em marés enormes, que fluiriam sobre a terra nas planícies e provocariam erosões nas montanhas (e com os continentes nivelados, calcula-se numa estimativa, que a água cobriria a terra na altura de 2,4135 km). Se a Terra não estivesse inclinada 23 graus em seu eixo, e sim estivesse no ângulo de 0 graus em referência ao Sol, não teríamos as quatro estações do ano. Sem as estações, logo não seria mais possível a sobrevivência. Os pólos estariam num eterno crepúsculo, e o vapor d'água dos oceanos, seria carregado pelo vento para os dois sentidos, ao norte e ao sul, e iria congelar-se ao chegar perto o suficiente dos pólos. Com o tempo, enormes continentes de gelo se acumulariam nas regiões polares deixando a maior parte da Terra deserta. Eventualmente, os oceanos desapareceriam e as chuvas cessariam. O peso acumulado nos pólos causariam um arqueamento no equador e, como resultado, a rotação da Terra mudaria drasticamente,


O MILAGRE DA ÁGUA

Outro exemplo que ilustra a inflexibilidade das variações do meio ambiente, para a vida existir; é o da água. A terra é o ÚNICO planeta com grandes porções de água - 70% da sua superfície consiste de oceanos, lagos, e mares, circundando os continentes. Os poucos planetas que contêm água, é somente na forma de vapor flutuando na superfície e não em grandes quantidades de água líquida como na Terra,

A água é o único elemento que absorve grande quantidade de calor, sem alterar muito a sua própria temperatura. Sua velocidade de absorção é extremamente rápida - aproximadamente dez vezes mais rápida do que o metal. Durante o dia, os mares absorvem uma grande parte do calor, consequentemente a Terra permanece razoavelmente fria. De noite, os oceanos desprendem grande quantidade de calor que absorvem durante o dia, o qual, combinado com os efeitos atmosféricos, impede a superfície de ficar fria demais à noite. Se não fosse pela tremenda quantidade de água na Terra, existiria mudanças de temperatura bem maiores entre o dia e a noite. Grande parte da superfície estaria quente o suficiente para ferver a água de dia, e outras partes frias o suficiente para congelá-la durante à noite. A água é um ótimo estabilizador de temperatura. Os grandes oceanos da Terra são parte vital da nossa sobrevivência!

Porém, a grande quantidade de água na Terra poderia causar problemas. Quando algo é aquecido, expande, e quando é resfriado, contrai-se. Desta maneira, dados dois objetos da mesma forma e mesmo material, se um deles estiver mais frio que o outro, será mais denso. Isto pode parecer, que não sela um problema, mas, no caso da água seria, se não fosse por uma rara anomalia. A água como quase todas as outras substâncias, contrai-se quando resfriada, todavia, em contraste virtual a todas as outras matérias (existem poucas exceções como a borracha e o antimônio), contrai somente quando resfriada, até chegar aos 4 graus Celsius e aí, surpreendentemente, expande até congelar. Se a água continuasse a se contrair ao ser resfriada, ficaria mais densa e desceria ao fundo do oceano. Além disso, quando a água se tornasse gelo, da mesma forma, desceria ao fundo do oceano. Um resultado disto seria, o fundo do oceano estaria extremamente frio e muitos peixes morreriam. Com o tempo, mais e mais água do oceano, à medida que congelasse na superfície, afundaria, e se acumularia no fundo.

Segue-se que, no que concerne grande parte da Terra, o gelo que se forma nos mares, oceanos e lagos, permanece na superfície onde o Sol, e a água morna por baixo, derretem o gelo no verão. A água que a 4 graus Celsius é mais densa, desce às profundezas e aquece o fundo do oceano. Este processo da água da superfície, aquecer e descer, somado ao efeito Coriolis produz as correntezas do oceano. Estas correntezas, entre outras coisas, asseguram o estado líquido da maior parte da água do oceano. De fato: “O Senhor com sabedoria fundou a Terra, com inteligência estabeleceu os céus” Provérbios 3:19.


O MILAGRE DO AR

Na Terra, acontece o contrário. O ar, depois de aquecido, sobe e o ar perto da superfície da Terra é aquecido devido à energia dos raios solares, que atua sobre a superfície. O ar perto da superfície então ascende. O resultado é que o ar perto da superfície terrestre é mantido numa temperatura na qual a vida possa existir. Se o ar tivesse comportamento semelhante que a água tem no intervalo entre o gelo e 4 graus Celsius, a temperatura na superfície terrestre seria insuportavelmente quente (não ocorre por a densidade do ar ter relação inversa com a temperatura) - e a vida não poderia subsistir por muito tempo. De outra forma, a temperatura algumas centenas de metros acima da superfície, seria muito fria, e de igual modo, a vida não poderia existir ali. A única região habitável seria uma fina camada de ar, mas mesmo assim não poderia existir a vida por muito tempo. Plantas e árvores que seriam necessários para o suporte da vida na atmosfera, não poderiam sobreviver na zona fria. Desta forma os pássaros não teriam lugar de descanso, comida, água ou oxigênio. Mas o ar ascende quando aquecido e, por isso, a vida pode existir na Terra.

O movimento do ar quente da superfície, ascendendo, cria as correntes de ar (vento), as quais são uma parte importante no sistema ecológico terrestre. Os ventos carregam embora o dióxido de carbono, das áreas onde o mesmo é superproduzido, como nas cidades, e movem oxigênio ás áreas necessárias, como nos grandes centros urbanos.
A mistura de gases que normalmente é encontrada na atmosfera, sem a poluição humana, é perfeita para a vida. Se tosse muito diferente (mais oxigênio, menos dióxido de carbono, etc., ou a pressão atmosférica fosse maior ou menor), a vida iria parar de existir na Terra.
Se nossa atmosfera fosse mais fina, muitos dos milhões de meteoros, que agora são queimados, iriam atingir a superfície da Terra, causando morte, destruição e fogo em todo lugar.


ADAPTAÇÃO AO MEIO AMBIENTE ou CRIAÇÃO DO MEIO AMBIENTE DE VIDA?

Se a evolução contribuísse para desenvolver a adaptação à vida ao meio ambiente existente, por que então ela não contribui igualmente em todos os meios ambientes aqui e em outros lugares? A Terra é muito melhor equipada para a vida do que qualquer outro planeta, mesmo assim, a maioria dos meios ambientes aqui são ou quentes demais ou frios demais, ou muito acima da supefície ou muito embaixo para suportar a vida nela. Nos vários milhares de quilômetros de variações de meios ambientes do centro da Terra à extremidade da atmosfera, existem apenas alguns metros de meio habitável, e por isso, quase todas as criaturas são forçadas a viver nele. Contudo, somente a Terra foi feita para ser habitada (Isaías 45:18). No nosso sistema solar, mesmo na Terra, somente uma pequena camada é idealmente apropriada para a vida.

Esta fina camada, porém, está fervilhante de vida. É estimado que um acre de terra, de solo típico de fazenda, 15 cm de profundidade, tenha várias toneladas de bactérias vivas, quase uma tonelada de fungos, 90.900 kg de protozoários unicelulares, e mais ou menos 45.400 kg de fermento, e o mesmo tanto em algas.


CONCLUSÃO

A camada extremamente fina, entre o meio onde pode existir e não pode existir vida, é ilustrado pelo fato de que se a temperatura terrestre alterasse em um grau, ela iria com o tempo, afetar seriamente a vida na Terra, e uma mudança de dois graus, poderia ser desastrosa para a vida. As tolerâncias são extremamente pequenas, e a não ser que completamente cumpridas, é impossível que qualquer outro planeta tenha vida, devido as condições rígidas, necessárias à existência da vida.

A probabilidade de um planeta ter exatamente o tamanho certo, estar a uma distância apropriada de sua estrela, etc., é extremamente pequena, mesmo se muitas estrelas tiverem planetas circundando-as, como alguns especulam. A probabilidade matemática de que todas estas, e outras condições essenciais aconteceram por acaso, são extremamente pequenas algo como um para bilhões!

* Meus agradecimentos ao Dr. David Johnson, Professor de Ouímica no Spring Arbor College, e a Robert Laing, Presidente do Cleon Flow Laboratórios, pela sua ajuda neste artigo.

* Revisto e corrigido por Edgard Janzen - membro da diretoria de Sociedade Origem & Destino.
_________________________________________________________

Obs: As Escrituras declaram que “Deus... formou a terra... para ser habitada” (Isaías 45:18). Um estudo imparcial da Terra logo convence o estudante de que existe um profundo significado atrás desta simples afirmação.

Filha de Billy Graham dá entrevista na TV

Deus é culpado?

Finalmente, a verdade é dita na TV Americana: A filha de Billy Graham estava sendo entrevistada no Early Show e a apresentadora Jane Clayson perguntou a ela: - Como é que DEUS teria permitido algo horroroso assim acontecer no dia 11 de setembro?
Anne Graham deu uma resposta extremamente profunda e sábia. Ela disse:
Eu creio que DEUS ficou profundamente triste com o que aconteceu, tanto quanto nós. Por muitos anos nós temos dito para DEUS não interferir em nossas escolhas, sair do nosso governo e sair de nossas vidas. Sendo um cavalheiro como DEUS é, eu creio que Ele calmamente nos deixou.
Como poderemos esperar que DEUS nos dê a Sua bênção e Sua proteção se nós exigimos que Ele não se envolva mais conosco? À vista dos acontecimentos recentes, ataque dos terroristas, tiroteio nas escolas, etc. Eu creio que tudo começou desde que Madeline Murray O' Hare (que foi assassinada e seu corpo encontrado recentemente), se queixou de que era impróprio se fazer oração nas escolas americanas como se fazia tradicionalmente, e nós concordamos com a sua opinião. Depois disso, alguém disse que seria melhor também não ler mais a Bíblia nas escolas... A Bíblia que nos ensina que não devemos matar, não devemos roubar, e devemos amar o nosso próximo como a nós próprios. E nós concordamos.
Logo depois, o Dr. Benjamin Spock disse que não deveríamos bater em nossos filhos quando eles se comportassem mal, porque suas personalidades em formação ficariam distorcidas e poderíamos prejudicar sua auto-estima (O filho do Dr. Spock cometeu suicídio). E nós dissemos: “um perito nesse assunto deve saber o que está falando”, e então concordamos com ele.
Depois alguém disse que os professores e os diretores das escolas não deveriam disciplinar os nossos filhos quando eles se comportassem mal. Os administradores escolares então decidiram que nenhum professor em suas escolas deveria tocar em um aluno quando se comportasse mal, porque não queriam publicidade negativa, e não queriam ser processados. (Há uma grande diferença entre disciplinar e tocar, bater, dar socos, humilhar e chutar, etc.) E nós concordamos com tudo.
Aí alguém sugeriu que deveríamos deixar que nossas filhas fizessem aborto, se elas assim o quisessem, e que nem precisariam contar aos pais. E nós aceitamos essa sugestão sem ao menos questioná-la.
Em seguida algum membro da mesa administrativa escolar muito sabido disse que, como rapazes serão sempre rapazes, e que como homens iriam acabar fazendo o inevitável, que então deveríamos dar aos nossos filhos tantas camisinhas quantas eles quisessem, para que eles pudessem se divertir à vontade, e que nem precisaríamos dizer aos seus pais que eles as tivessem obtido na escola. E nós dissemos, “está bem”.
Depois alguns dos nossos oficiais eleitos mais importantes disseram que não teria importância alguma o que nós fizéssemos em nossa privacidade, desde que estivéssemos cumprindo com os nossos deveres. Concordando com eles, dissemos que para nós não faria qualquer diferença o que uma pessoa fizesse em particular, incluindo o nosso presidente da República, desde que o nosso emprego fosse mantido e a nossa economia ficasse equilibrada.
Então alguém sugeriu que imprimíssemos revistas com fotografias de mulheres nuas, e disséssemos que isto é uma coisa sadia, e uma apreciação natural da beleza do corpo feminino. E nós também concordamos.
Depois uma outra pessoa levou isto a um passo mais adiante e publicou fotos de crianças nuas e foi mais além ainda, colocando-as à disposição na Internet. E nós dissemos, “está bem, isto é democracia, e eles têm direito de ter a liberdade de se expressar e fazer isso”.
A indústria de entretenimento então disse: “Vamos fazer shows de TV e filmes que promovam profanação, violência e sexo ilícito. Vamos gravar música que estimule o estupro, drogas, assassínio, suicídio e temas satânicos.” E nós dissemos: “Isto é apenas diversão, e não produz qualquer efeito prejudicial. Ninguém leva isso à sério mesmo, então que façam isso!”
Agora nós estamos nos perguntando por que nossos filhos não têm consciência, e por que não sabem distinguir entre o bem e o mal, o certo e o errado, por que não lhes incomoda matar pessoas estranhas ou seus próprios colegas de classe ou a si próprios... Provavelmente, se nós analisarmos tudo isto seriamente, iremos facilmente compreender que nós colhemos exatamente aquilo que semeamos!
Se uma menina escrevesse um bilhetinho para DEUS, dizendo:
- ”Senhor, por que não salvaste aquela criança na escola?”
A resposta Dele seria:
- ”Querida criança, não me deixam entrar nas escolas! Do Seu DEUS”.
É triste como as pessoas simplesmente culpam DEUS e não entendem por que o mundo está indo a passos largos para o inferno. É triste como cremos em tudo que os jornais e a TV dizem, mas duvidamos do que a Bíblia nos diz.
É triste como todo o mundo quer ir para o céu, desde que não precise crer, nem pensar ou dizer qualquer coisa que a Bíblia ensina.
É triste como alguém diz: “Eu creio em DEUS”, mas ainda assim segue a Satanás, que por sinal, também “crê” em DEUS. É engraçado como somos rápidos para julgar mas não queremos ser julgados!
É triste ver como o material imoral, obsceno e vulgar corre livremente na Internet, mas uma discussão pública a respeito de Deus é suprimida rapidamente na escola e no trabalho. É triste ver como as pessoas ficam inflamadas de Cristo no domingo, mas depois se transformam em cristãos invisíveis pelo resto da semana. Estranho como nos preocupamos mais com o que as outras pessoas pensam a nosso respeito do que com o que DEUS pensa…

Lei de Borel

O Borel é bastante conhecido no meio dos estatísticos devido ao teorema de Borel-Cantelli.

Entretanto, este teorema diz exatamente o contrário das idéias que vejo em alguns sites. No teorema, PROVA-SE que eventos com probabilidade ínfima acontecerão se forem obtidos a partir de infinitas repetições de um experimento. E mais ainda, eles acontecerão INFINITAS VEZES.

Neste teorema, é apresentado o problema do macaco que digita as obras de Shakespeare: Imagine se fosse possível colocar macacos digitando aleatoriamente as teclas de uma máquina de escrever ("catando milho") sob as mesmas condições (cada vez que um macaco morre, coloca-se outro igual no lugar) durante toda a eternidade. Suponha também que existe uma probabilidade, extremamente ínfima (que não seja ZERO), de que o macaco possa digitar as obras de Shakespeare por mero acaso. A partir desta suposição, PROVA-SE que o macaco digitará as obras de Shakespeare sem erros. E infinitas vezes!

Apesar deste teorema dizer que eventos extremamente improváveis podem acontecer, ele deixa bem claro que isto só será possível no INFINITO. Ou seja, este teorema serve para nos mostrar que o infinito é uma coisa muito grande....

Contextualizando este teorema para a questão da criação, eu não vejo como utilizá-lo a favor de nenhum argumento evolucionista ou criacionista. Porém, é evidente que 14 bilhões de anos (idade do universo) é muito pouco tempo em comparação com o INFINITO....

A Importância em Vigiar-se os Pensamentos

Vigie seus pensamentos, porque eles se tornarão palavras;
Vigie suas palavras, porque elas se tornarão atos;
Vigie seus atos, porque eles se tornarão seus hábitos;
Vigie seus hábitos, porque eles se tornarão seu caráter;
Vigie seu caráter porque ele será o seu destino.

"Sendo, pois, os teus olhos bons, todo o teu corpo será luminoso;
mas, se forem maus, o teu corpo será tenebroso." Lucas 11.34

O Credo da Ciência


*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*
Meu caro amigo. Recebi tuas felicitações - muito obrigado.
Atingi o "vértice da pirâmide" - dizes.
Enchi de mil conhecimentos o espírito - é verdade.
Cinge-me a fronte o laurel de doutor - sou acadêmico.
Entretanto não me iludo...
Quase todo o humano saber - é crer...
Nossa ciência - é fé.
Creio no testemunho dos historiadores - porque não presenciei o que referem.
Creio na palavra dos químicos e físicos - porque admito que não se tenham enganado nem me queiram enganar.
Creio na autoridade dos matemáticos e astrônomos - porque não sei medir uma só das distâncias e trajetórias siderais.
Tenho de crer em quase todas as teses e hipóteses da ciência - porque ultrapassam os horizontes da minha capacidade de compreensão.
Creio até nas coisas mais cotidianas - na matéria e na força que me circundam...
Creio em moléculas e átomos, em elétrons e prótons - que nunca vi...
Creio nas emanações do rádium e nas partículas do hélium - enigmas ultramicroscópicos.
Creio no magnetismo e na eletricidade - esses mistérios de cada dia.
Creio na gravitação dos corpos sidéreos - cuja natureza ignoro.
Creio no princípio vital da planta e do animal - que ninguém sabe definir.
Creio na própria alma - esse mistério dentro do Eu.
Não te admires, meu amigo, de que eu, formado em ciências naturais, creia piamente em tudo isto...
Admira-te antes de que haja quem afirme só admitir o que compreende - depois de tantos atos de fé cotidiana.
O que me espanta é que homens que vivem de atos de crença descreiam de Deus - "por motivos científicos".
Homem! Tu, que não compreendes o artefato - pretendes compreender o Artífice?
Que Deus seria esse que em tua inteligência coubesse?
Um mar que coubesse numa concha de molusco - ainda seria mar?
Um universo encerrado num dedal - que nome mereceria?
O Infinito circunscrito pelo finito - seria Infinito?
Convence-te, ó homem, desta verdade: só há duas categorias de seres que estão dispensados de crer: os da meia-noite - e os do meio-dia.
As trevas noturnas do irracional - e a luz meridiana da Divindade...
O insciente - e o onisciente...
Aquele por incapacidade absoluta - este por absoluta perfeição...
O que oscila entre a treva total do insciente e a luz integral do onisciente - deve crer.
Deve crer, porque a fé se move nesse mundo crepuscular, eqüidistante do vácuo e da plenitude, da meia-noite e do meio-dia...

Huberto Rohden

O Furo do Barco


Um homem foi chamado para pintar um barco.
Quando começou a pintar o barco, como fora contratado verificou que a tinta estava passando pelo fundo do barco. Percebeu que havia um vazamento e consertou.
Quando terminou a pintura, recebeu seu dinheiro e se foi.
No dia seguinte, o proprietário do barco procurou o pintor e presenteou-o com um belo cheque.
O pintor ficou surpreso:
O senhor já me pagou pela pintura do barco!
Quando pedi que pintasse o barco, esqueci de falar do vazamento.
Meus filhos o pegaram e saíram para uma pescaria.
Quando voltei e notei que haviam saído com o barco, fiquei desesperado, pois lembrei-me que o barco tinha um furo. Imagine meu alívio e alegria quando os vi retornando sãos e salvos.
Então, examinei o barco e constatei que você o havia consertado!
Salvou a vida de meus filhos!

Medite sobre isso...
Não se limite a fazer apenas o que esperam de você.
Não importa para quem, quando e de que maneira.
Dê o melhor de si sempre!

"Portanto, quer comais, quer bebais ou façais qualquer outra coisa, fazei tudo para a glória de Deus."
(I Coríntios 10.31)

Inspiração do Hino "Serviço" de Asaph Borba

video

http://www.youtube.com/watch?v=aYqZj1KhuHk

Dízimo

A questão do dízimo é tão difícil para muitos cristãos porque toca numa parte sensível da sua vida — o bolso. Parece excessivo entregar um décimo dos rendimentos para Deus, para a causa de Cristo. Nem todos têm o desprendimento e a generosidade da pobre viúva elogiada por Jesus (Mc 12.41-44). Todavia, o dízimo pode ser uma bênção na experiência do cristão em dois sentidos. Primeiro, como um desafio para a sua vida espiritual. Dar o dízimo pressupõe uma relação de amor, gratidão e compromisso com Deus e com as pessoas que serão beneficiadas com essa contribuição. Em segundo lugar, é também um desafio para a melhor administração da vida financeira. Muitas pessoas têm dificuldade em contribuir para a igreja e suas causas porque são desorganizadas em suas finanças, gastam mais do que podem, não têm um senso de prioridades em seu orçamento. A prática do dízimo produz uma disciplina que beneficia outras áreas da vida. Para aqueles que querem trilhar esse caminho, a sugestão é que comecem a aumentar gradativamente a sua contribuição, até atingir o padrão do Antigo Testamento… e então ir além dele.
http://evangelicool.blogspot.com/2009/10/alderi-souza-de-matos-o-dizimo-preceito.html


Também devemos tomar muito cuidado com nossa motivação ao dar o dízimo. Se você der 10%, 50% ou até 100% do seu salário esperando que vai receber mais dinheiro em "troca", você não é dizimista nem ofertante. É negociante. É Investidor. No exemplo de Zaqueu que ofertou metade de seus bens e restituiu 4 vezes mais tudo que havia roubado, sua recompensa foi a salvação e não mais dinheiro.

Devemos dar o dízimo para ajudar a manter a obra de Deus e dar os 10% representam um valor de referência (baseado em exemplos bíblicos). É da vontade de Deus que eu dê o dízimo e por isso eu faço SEMPRE. Mas também acho que é da vontade de Deus que eu não minta, roube, adultere, trate mal as pessoas, etc. Mas procuro fazer isto não por causa da lei do Velho Testamento ou para receber dinheiro em troca, mas por causa da "lei do Espírito" do Novo Testamento. E NÃO devo esperar retorno financeiro por fazer algo que entendo ser a vontade de Deus.

Da mesma forma, eu também acredito que Deus abençoa as pessoas que fazem a vontade Dele. Mas quando eu perco dinheiro, ou uma oportunidade ou qualquer coisa que seja, como posso saber de antemão se isto aconteceu como uma forma de castigo ou se aconteceu justamente para se transformar em uma benção? José foi vendido pelos irmãos ao Egito e colocado na cadeia injustamente. Mas isso foi benção para que ele pudesse salvar o povo de Israel (e ajudar as demais nações que também estavam com fome na época). Então se eu não tenho dinheiro, como posso dizer que isto é devido à minha falta de fé? Quem sabe isso é uma benção! Uma vez uma pessoa que conheço perdeu o ônibus e o ônibus foi assaltado. Perder o ônibus e se atrasar foi uma maldição ou foi uma benção? Uma vez ouvi uma história de uma mulher na igreja batista que orou para Deus salvar o seu filho quando ele era criança e estava morrendo. O seu filho acabou ficando são milagrosamente. Depois que cresceu, ele se desviou e só trouxe desgosto pra família. Será que a sua morte precoce teria sido uma maldição? Nós só vemos parte. Deus vê o todo. Como podemos saber o que é melhor pra gente? Devemos agradecer a Deus por tudo o que temos. Se temos pouco, agradecer pelo pouco. Se temos muito, agradecer pelo muito. Jó agradecia e louvava a Deus quando tinha muito. Quando recebeu a notícia de que tinha perdido os filhos e tudo o que ele tinha, o que ele fez? Ele adorou a Deus!!

Em resumo, se a pessoa quiser dar o dízimo para ajudar na obra de Deus, ÓTIMO! Agora, se ela faz isso apenas para poder dar uma melhorada na sua vida financeira, esta oferta não agradará a Deus.


Tem gente que gosta muito de citar o versículo:
"E digo isto: Que o que semeia pouco, pouco também ceifará; e o que semeia em abundância, em abundância ceifará." II Cor 9:6

Mas esquecem de citar o versículo seguinte:
"Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria." II Cor 9:7

Paciência

DEUS CAPACITA OS ESCOLHIDOS

Conta certa lenda, que estavam duas crianças patinando num lago congelado.
Era uma tarde nublada e fria e as crianças brincavam despreocupadas.
De repente, o gelo se quebrou e uma delas caiu, ficando presa na fenda que se formou.
A outra, vendo seu amiguinho preso e se congelando, tirou um dos patins e começou a golpear o gelo com todas as suas forças, conseguindo por fim quebrá-lo e libertar o amigo.
Quando os bombeiros chegaram e viram o que havia acontecido, perguntaram ao menino:
- Como você conseguiu fazer isso?
É impossível que tenha conseguido quebrar o gelo, sendo tão pequeno e com mãos tão frágeis!
Nesse instante, um ancião que passava pelo local, comentou:
- Eu sei como ele conseguiu.
Todos perguntaram:
- Pode nos dizer como?
- É simples - respondeu o velho.
- Não havia ninguém ao seu redor, para lhe dizer que não seria capaz.


"Deus nos fez perfeitos e não escolhe os capacitados, CAPACITA OS ESCOLHIDOS."

Fazer ou não fazer algo só depende de nossa vontade e perseverança

Mt 22:14- Porque muitos são chamados.
MAS POUCOS OS ESCOLHIDOS.

Confie...

As coisas acontecem na hora certa.
Exatamente quando devem acontecer!
Momentos felizes, louve a Deus.
Momentos difíceis, busque a Deus.
Momentos silenciosos, adore a Deus.
Momentos dolorosos, confie em Deus.
Cada momento, agradeça a Deus.

As Três Árvores

Era uma vez, no meio da floresta, três árvores que conversavam. Assim dizia a primeira: "Quando eu crescer, quero ser transformada no berço de um príncipe, de um herdeiro real."

A segunda arvorezinha, pequena aventureira, falou: "Eu quero ser um barco, grande e forte, desses que singram os mares do Norte, levando tesouros e riquezas."

E tu - perguntaram à menor delas - nada vais ser? "Oh! Estou feliz de ser o que sou! Quero ser sempre árvore, no alto da montanha, apontando para o meu Criador..."

O tempo passou. Vieram os homens e levaram a primeira arvorezinha. Mas não fizeram dela nenhum berço trabalhado. Pelo contrário, mãos rudes a cortaram, transformando-a numa manjedoura, onde os animais vinham comer. E, ao ver-se ali, no fundo da estrebaria, a pobre árvore gemia: "Ai de mim! Tantos sonhos transformados num simples tabuleiro de capim!" Mas, lá do alto, uma voz chegou: "Espera e verás o que tenho preparado para ti."

E foi assim que, numa bela noite de verão, na estrebaria, uma luz brilhou, quando alguém, se curvando sobre a manjedoura, nela estendeu faixas e panos. Disse a primeira árvore: "Oh! Como é jovem a mãe, e tão lindo e meigo o pequenino, creio que, se lágrimas tivesse, teria chorado de emoção!" E principalmente, quando ouviu os anjos, foi então que compreendeu: "Que lindo destino o meu! Em mim dorme mais que um príncipe, mais que um rei. Em mim dorme o próprio Deus!"

O tempo passou, passou... da segunda árvore a vez chegou. Levaram-na para os lados do mar. Mas, oh que decepção! Nada de grande navio, nem mesmo um barco de recreio. Simplesmente, humilhantemente, um simples barco de pescar! Que desonra! Que tristeza, que desilusão! Dizia ela: "Ai de mim! Que foi feito dos grandes sonhos meus? Viagens, tesouros, riquezas, alto-mar?" Mas a voz novamente falou: "Espera e verás o que tenho para ti."

A árvore pareceu ouvir, enquanto na praia alguém acenava, pedindo para ser transportado. "Que olhar sublime! Que poder na voz, ao ordenar: - Pedro, lança outro vez a tua rede ao mar!" A pesca maravilhosa aconteceu e o barquinho estremeceu: "Que maior tesouro poderia transportar que o Soberano do céu, o Senhor de toda a Terra, o próprio dono do mar?"

Mas, eis que chega a vez da última arvorezinha, aquela que desejara apenas ser árvore apontando para Deus. Havia um prenúncio de tragédia na face daqueles que a foram procurar. Eram homens taciturnos, revoltados, que a desbastaram apressadamente, como se o trabalho lhes causasse horror. Levaram-na para a cidade, cortaram-na em duas partes, que negros pregos uniram dando a forma de uma cruz.

Disse a terceira árvore: "Deus do céu! Que aconteceu comigo? Eu, que desejei apenas ser um marco amigo, apontando o teu céu de luz? Por que me transformaram nesta horrível cruz?" Mas o consolo chegou também ali: E aquela mesma voz se fez ouvir: - "Espera, espera e verás - o que tenho preparado para ti."

Vieram os soldados, levantaram a cruz e a puseram sobre os ombros de um homem coroado. Só que a coroa que Ele trazia não era de ouro nem de pedrarias: era uma coroa de espinhos! Uma horrível coroa, que fazia cair pelos caminhos o sangue daquele estranho condenado, que não blasfemava, não fugia, cuja face macerada refulgia, mesmo sob o sangue e o suor!

Mas havia uma dor maior naquela face, mais profunda que a dos espinhos, da carne rasgada pelos açoites, do peso que fazia tropeçar. Dor maior, jamais contemplada, atravessou a cidade, subiu o monte Calvário e foi levantada na cruz. Dor antiga, antes do início do mundo, erro de todos os homens, miséria de toda a Terra; dor, ausência do próprio Deus. Uma dor só entendida quando o sublime condenado, erguendo os olhos ao céu e, como quem rasga a alma, num grande brado indagou: "Meu Deus, meu Deus, por que me desamparaste?"

E a resposta chegou, na Terra, que escureceu; nos mortos, que ressurgiram; no véu do templo rasgado, na exclamação do soldado: "...este era o Filho de Deus!"

Naquele instante de treva, do silêncio mais profundo, para a árvore fez-se a luz. Ali estava seu sonho para sempre eternizado: para perdão dos pecados, a partir daquele instante, os homens se voltariam, como único recurso, sempre, sempre, para a cruz. E assim entrou para a história, com a sorte bela, inglória, que dupla missão encerra: aos homens aponta o céu, a Deus lembra a dor da Terra...

Assim eu, também, Senhor, gostaria de saber: Por que foi que vim aqui? Para dócil obedecer ao que traçaste pra mim? Mas, seja qual for meu destino - berço, barco, triste cruz - dá-me a graça, Jesus, de em tudo compreender que o importante é teu plano, a mim cumpre apenas obedecer. Seja berço do Menino, todo hosana, graça e luz; barco para teus milagres, seja a vergonha da cruz, o que importa é teu reino, a tua glória, Jesus!

PEGADAS NA AREIA


Uma noite eu tive um sonho...

Sonhei que estava andando na praia com o Senhor, e através do Céu, passavam cenas de minha vida. Para cada cena que passava, percebi que eram deixadas dois pares de pegadas na areia; um era o meu e o outro do Senhor.

Quando a última cena de minha vida passou diante de nós, olhei para trás, para as pegadas na areia, e notei que muitas vezes no caminho da minha vida havia apenas um par de pegadas na areia. Notei também que isso aconteceu nos momentos mais difíceis e angustiosos da minha vida. Isso aborreceu-me deveras, e perguntei então ao Senhor:

"Senhor, Tu me disseste que, uma vez que eu resolvi Te seguir, Tu andarias sempre
comigo, todo o caminho, mas notei que durante as maiores atribulações do meu viver havia na areia dos caminhos da vida, apenas um par de pegadas. Não compreendo porque nas horas em que eu mais necessitava de Ti, Tu me deixastes".

O Senhor respondeu: Minha querida filha, Eu te amo e jamais te deixaria nas horas da tua prova e do teu sofrimento. Quando vistes na areia apenas um par de pegadas, foi exatamente aí que EU TE CARREGUEI EM MEUS BRAÇOS".



Poema escrito por Margaret Fishback em 1964.

10 Erros que os jovens não podem cometer



1. NÃO LEVAR A SÉRIO A LEI DA SEMEADURA. (Gl 6:7)

A) Semear é opcional, colher é obrigatório.
B) Tudo na vida é uma questão de semeadura.
C) Quem semeia honra colhe longevidade.
D) Palavras são sementes que lançamos no solo do coração da pessoas.

2. DAR MAIS VALOR À APARÊNCIA FÍSICA, DO QUE PARA A BELEZA DO CARÁTER. (1 Pe 3:2-4)

A) Não basta ter casca, mas não ter conteúdo.
B) Não basta ser aplaudido pelos homens, e não ser aprovado por Deus.
C) Quem você é, é mais importante do que aquilo que você faz.
D) Talento é um dom, caráter uma escolha.

3. NÃO PROTEGER A ÁREA DA SUA VIDA QUE É MAIS VULNERÁVEL AO PECADO. (Mt 26:41)

A) Sansão terminou sua vida de forma trágica, porque brincou onde não deveria brincar. Sansão flertou com o pecado, brincou com a tentação.
B) Ele não protegeu seu ponto fraco.
C) Qual é o seu ponto fraco, comer demais, falar demais, o sexo ilícito, o temperamento, a Ira, o dinheiro, a pornografia etc...

4. NÃO TER COMPROMISSO COM UMA LISTA DE PRIORIDADES ORDENADAS. (Mt 6:33)

A) O que deve vir em primeiro lugar na vida de alguém que nasceu de novo, que serve ao Senhor?
B) Diz a Palavra: “Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus...”

5. NÃO INVESTIR NO SEU FUTURO.

A) Quem pensa só no momento, amanhã sofrera com a dor do arrependimento.
B) Planejar significa pensar antecipadamente.
C) Quem investe no seu futuro, tem visão, sabe aonde quer chegar, tem objetivos na vida.

6. NÃO INVESTIR NO SEU CRESCIMENTO PESSOAL.

A) Quem escolhe a mediocridade, não se destaca e sua história nunca será contada.
B) Não há crescimento sem pré-disposição para as mudanças necessárias.
C) Não há crescimento sem a dor da disciplina. Aceite a dor da disciplina para não chorar com a dor do arrependimento.

7. FAZER PORQUE TODOS ESTÃO FAZENDO. (1 Co 10:23)

A) Quem faz só porque todos estão fazendo, não tem opinião própria e nem personalidade.
B) Suas decisões revelam qual é o seu código de valores.
C) Seu código de valores revela a qualidade do seu caráter.
D) O jovem que tem um caráter cristão decide sempre com base em princípios, ainda que a maioria esteja fazendo, se é contra as escrituras ele não faz.

8. NÃO PERDOAR OS PAIS... (Mt 18:21,22)

A) Pais ausentes. (Nunca tem tempo para os filhos.)
B) Pais agressivos (Ele passou a cueca suja no rosto do filho. )
C) Pais que foram infiéis. (Ela pegou a mãe beijando outro na cozinha.)
D) Pais que abandonaram. (O pai foi embora, sem Dar satisfação à ninguém.)
E) Pais que são homossexuais. (A mãe abandonou o pai e foi morar com outra mulher.)
F) Pais que abusaram dos filhos física ou psicologicamente. (Com 7 anos ela foi abusada pelo pai.)
G) Pais alcoólatras – (Meu pai FICA irreconhecível quando chega embriagado.)

Quem não perdoa:
· Destrói a Ponte que um dia vai precisar usar.
· Desenvolve um câncer na alma.
· Nunca vai experimentar o milagre da transformação em sua Casa.
· Coloca-se debaixo da Ira de Deus.
· Não tem Paz.
· Abre uma brecha enorme na alma para a depressão.
· Não tem suas emoções conquistadas.
· Diz não para Deus e sim para o diabo.
· Vive como um prisioneiro dos sentimentos negativos.

9. SEMPRE TRANSFERIR A CULPA PARA ALGUÉM, NUNCA ASSUMINDO RESPONSABILIDADE. (Gn 3:10-13)

A) A sua vida é o resultado das escolhas que você faz.
B) Ninguém pode decidir por você.
C) Quando transferimos toda culpa para o diabo, não sentimos necessidade de mudar.
D) Não há mudança quando a pessoa não reconhece que precisa mudar.

10. NÃO TER PARCEIROS DE ORAÇÀO E NEM CONSELHEIROS .

A) Daniel, Ananias, Misael e Azarias eram parceiros de oração. (Dn 2:17,18)
B) Um conselho pode nos livrar do caminho da morte. (Pv 16:25; Pv.12:15; Pv 27:9).
C) A Bíblia diz que o cordão de três dobras não se quebra com facilidade. (Ec 4)


Pr. Josué Gonçalves

http://www.estudoscristaos.com/2008/07/10-erros-que-os-jovens-no-podem-cometer.html

Fathers Love Letter - Uma carta de Deus para você

video

Clodovil é vaiado por movimento gay

Clodovil se orgulhava não por ter sido gay, mas sim por ter sido alguém...

(assistam até o fim, pois vale a pena...)

video

Apesar de tudo, dá pra sentir uma certa admiração pela coragem dele, em falar o que realmente pensa, sem hipocrisia: "A liberdade está se transformando em libertinagem... Eu não tenho orgulho nenhum de ser gay, eu tenho orgulho de ser quem eu sou e em que eu transformei a minha vida... Eu não posso entender homens que se vestem de mulher.. e se prostituem.... A liberdade não pode ser confundida com libertinagem."

Anos Bissextos & Mulheres que pedem os homens em casamento

A mulher pode pedir o homem em casamento?


Uma rede de cinemas da Inglaterra encomendou uma enquete para divulgar o filme “A proposta” com Sandra Bullock e Ryan Reynolds. A pesquisa era simples: perguntar aos homens qual a atividade mais assustadora entre uma lista de situações.

O resultado surpreendeu os entrevistadores: 25% apontaram “nadar com tubarões”, até aí tudo bem; o espanto veio com a segunda opção “pedir alguém em casamento”.

Diante de tal resultado os pesquisadores passaram a perguntar o que poderia ser feito com relação a isso. Eles responderam que o ideal seria a namorada fazer o pedido.

Os pesquisadores aproveitaram o embalo e perguntaram a várias mulheres se elas topariam pedir o namorado em casamento. A metade delas afirmou que sim.

Neste último final de semana estreou nos Estados Unidos o filme Leap Year, com Amy Adams e Matthew Goode nos papéis principais. A trama fala sobre uma garota que decide pedir o namorado em casamento no dia 29 de fevereiro de um ano bissexto. Por que nesse dia?

Segundo a tradição irlandesa, nesta data, o homem é obrigado a aceitar o pedido de casamento. Relatos mostram que no século 17, em alguns países europeus, o homem que não aceitasse o pedido deveria pagar uma pesada multa. A tradição foi alterada com o passar dos anos, mas na Irlanda muitas moças aguardam ansiosamente o dia 29 de fevereiro. É o dia de tomar a iniciativa e pedir que o namorado se case com ela.

Ele não toma a iniciativa. Você está pensando em pedir seu namorado em casamento? Então, muita calma, pois vai que ele aceita o pedido. Tem certeza que ele é o homem da sua vida?
Quais as qualidades dele que mais lhe atraem? Você mesma tem estas qualidades?
O que ele não tem? Está buscando nele o que falta em você?

No amor não existem garantias. Certifique-se de que é isto mesmo que quer e arrisque! Por que não?

Caro leitor: a mulher pode pedir o homem em casamento?

http://portal.rpc.com.br/gazetadopovo/blog/relacionamentos?id=962319


Ps: Lá na Irlanda no dia 29 de fevereiro os homens devem preferir não sair de casa...
rsrsrsrs

É a vontade de Deus que seus filhos sejam prósperos e saudáveis?

Não necessariamente. A Bíblia não ensina que Deus sempre deseja a abundância material ou a boa saúde para seus filhos. Apesar dos ensinamentos das Escrituras, vários pregadores de grande acesso ao público estão agora pregando "evangelhos da saúde e da riqueza". Esta ênfase que as pessoas dão à prosperidade e à saúde física é, na verdade, o materialismo disfarçado de religião.

Os que servem a Deus freqüentemente são pessoas de renda muito baixa. Neste mundo, Cristo foi pobre (Lucas 9:58). Paulo várias vezes o foi (2 Coríntios 11:23-27). Os cristãos hebreus também foram (Hebreus 10:37). Homens fiéis à vontade divina, algumas vezes ficaram desamparados, necessitados de recursos (Hebreus 11:37).

Os que servem a Deus são freqüentemente doentes e enfermos. Paulo deixou Trófimo doente em Mileto (2 Timóteo 4:20). Timóteo foi aconselhado a usar um pouco de vinho medicinal "por causa do teu estômago e das tuas freqüentes enfermidades" (1 Timóteo 5:23). Somos encorajados a orar por aqueles que estão doentes e sabemos que, se for a vontade de Deus, eles poderão ser curados. Mas nem sempre esta é a vontade de Deus! Aqueles que ensinam o evangelho da saúde perfeita muitas vezes encorajam as pessoas a "reinvidicar" por milagres, acreditando que a reinvidicância os pertence a qualquer momento, desde que a façam com fé. É claro que isto seria muito confortante, mas onde é que na Bíblia está se referindo que podíamos sequer "reinvidicar" por milagres?

A popularidade dos evangelhos da saúde e da riqueza é uma boa evidência de como anda a orientação em nosso mundo. Devemos aprender a fixar nossas esperanças completamente na graça divina que está por vir de acordo com a revelação de Cristo (1 Pedro 1:13), e não na riqueza e na saúde desta vida.


-por Gary Fisher

http://www.estudosdabiblia.net/bd13.htm

VAIDADE MATA !

Uma mulher foi levada às pressas para a UTI de um hospital.
Chegando lá, teve a chamada "quase-morte", que é uma situação pré-coma.
Nesse estado, aproximando-se do portão celestial, encontrou-se com São Pedro:

- Que é isso? - perguntou a São Pedro. Por acaso eu morri?
- Não deveria... pelos meus cálculos, você morreria apenas daqui a 43 anos, 8 meses, 9 dias e 16 horas - respondeu São Pedro.

Ao voltar a si, refletindo sobre quanto tempo ainda tinha de vida, a mulher resolveu ficar ali mesmo naquele hospital, e fez uma lipoaspiração, uma plástica de restauração dos seios, plástica no rosto, correção no nariz, na barriga, tirou todos os excessos, as ruguinhas e tudo mais que podia mexer para ficar linda e jovial.

Após alguns dias de sua alta médica, ao atravessar a rua, veio um veículo em alta velocidade e a atropelou, matando-a na hora.
Ao encontrar-se de novo com São Pedro, ela perguntou, irritada:

- Puxa, São Pedro, você não tinha me dito que eu ainda tinha mais 43 anos de vida??? Então por que é que eu morri? E logo agora que eu gastei uma fortuna com as cirurgias plásticas!!!???

São Pedro, aproximou-se bem dela, e fitando-a diretamente nos olhos, respondeu:

- MENINAAAAAAA!!! NÃO TE RECONHECI!!!

=]


PECADO É PECADO...

Um paulista, trabalhando pesado, suado, terno e gravata, vê um baiano deitado numa rede, na maior folga.
O paulista não resiste e diz:
-Você sabia que a preguiça é um dos sete pecados capitais?
E o baiano, sem nem se mexer, responde:
- A inveja também!!!

Miss perdeu 1º lugar por ser contra casamento gay nos EUA


Miss Carolina do Norte (esq.) ganhou da Miss Califórnia, Carrie Prejean (dir.)


Uma miss americana que tirou segundo lugar no concurso de beleza Miss Estados Unidos disse que só perdeu a competição por ter se manifestado contra o casamento de homossexuais.

Carrie Prejean, que é Miss Califórnia, disse durante o concurso, realizado no domingo, que acredita que "um casamento deveria acontecer entre um homem e uma mulher".

"Isso me custou a coroa", disse Prejean após a competição. A vencedora foi a Miss Carolina do Norte, Kristen Dalton.

O vídeo com a declaração de Prejean tornou-se um hit no site YouTube. Ela responde a uma pergunta feita por um dos jurados do Miss Estados Unidos, o blogueiro Perez Hilton.

"Eu acredito que um casamento deveria acontecer entre um homem e uma mulher. Isso não é nenhuma ofensa às outras pessoas, mas é como eu fui criada."

Após as declarações, houve vaias e aplausos na plateia. Depois do concurso, que passou na televisão americana, ela disse: "Eu não aceitaria dizer qualquer outra coisa. Eu disse o que eu sinto. Eu dei uma opinião que é verdadeira comigo mesma e isso é tudo o que eu posso fazer".

O jurado Perez Hilton disse que ficou "arrasado" pela resposta de Prejean, que, segundo ele, "alienou milhões de americanos gays e lésbicas, suas famílias e seus apoiadores".

"Ela perdeu por causa desta resposta. Ela era definitivamente a favorita até então."

Um dos diretores da competição Miss Califórnia, Keith Lewis, condenou os comentários de Prejean em uma nota oficial.

"Como co-diretor do Miss Califórnia, eu estou pessoalmente triste e atingido que a Miss Califórnia acredita que o direito ao casamento só pertence a um homem e uma mulher."

Quatro estados americanos permitem o casamento entre homossexuais, mas muitos outros Estados têm legislações que o proíbem.

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2009/04/090421_miss_gay_dg.shtml

Obs: No Youtube tem um vídeo que mostra o jurado homossexual Perez Hilton parecendo extremamente ofendido logo depois do término do concurso, chamando a miss Califórnia de “burra” e um palavrão, e afirmando que ela deu “a pior resposta na história das cerimônias de Miss EUA”.

Link relacionado:
- Jurada admite que comentário contra casamento gay derrubou miss
http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1094341-5602,00-JURADA+ADMITE+QUE+COMENTARIO+CONTRA+CASAMENTO+GAY+DERRUBOU+MISS.html

Programa Nacional de Direitos Humanos - PNDH

Reportagem do programa Gaúcha Hoje de 11/01/10

- "Lula cogita 'briga' com Igreja e defende lei do silêncio em prol do Plano de Direitos Humanos."
http://mediacenter.clicrbs.com.br/templates/player.aspx?uf=1&contentID=94618&channel=232


video
(a imagem do vídeo acima é do Morro do Corcovado
- antes do Cristo Redentor, é claro...)

Para quem não quiser ler as 65 páginas do DECRETO Nº 7.037, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2009 que aprova o Programa Nacional de Direitos Humanos - PNDH-3, segue abaixo um resumo.

(Íntegra em: http://www81.dataprev.gov.br/sislex/paginas/23/2009/7037.htm)

ANEXO


Eixo Orientador III:

Universalizar direitos em um contexto de desigualdades

O combate à discriminação mostra-se necessário, mas insuficiente enquanto medida isolada. Os pactos e convenções que integram o sistema regional e internacional de proteção dos Direitos Humanos apontam para a necessidade de combinar estas medidas com políticas compensatórias que acelerem a construção da igualdade, como forma capaz de estimular a inclusão de grupos socialmente vulneráveis. Além disso, as ações afirmativas constituem medidas especiais e temporárias que buscam remediar um passado discriminatório. No rol de movimentos e grupos sociais que demandam políticas de inclusão social encontram-se crianças, adolescentes, mulheres, pessoas idosas, lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, pessoas com deficiência, pessoas moradoras de rua, povos indígenas, populações negras e quilombolas, ciganos, ribeirinhos, varzanteiros e pescadores, entre outros.


Diretriz 7: Garantia dos Direitos Humanos de forma universal, indivisível e interdependente, assegurando a cidadania plena.

Objetivo estratégico IV: Ampliação do acesso universal a sistema de saúde de qualidade.

Ações programáticas:

a)Expandir e consolidar programas de serviços básicos de saúde e de atendimento domiciliar para a população de baixa renda, com enfoque na prevenção e diagnóstico prévio de doenças e deficiências, com apoio diferenciado às pessoas idosas, indígenas, negros e comunidades quilombolas, pessoas com deficiência, pessoas em situação de rua, lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, crianças e adolescentes, mulheres, pescadores artesanais e população de baixa renda.

f)Criar campanhas e material técnico, instrucional e educativo sobre planejamento reprodutivo que respeite os direitos sexuais e reprodutivos, contemplando a elaboração de materiais específicos para a população jovem e adolescente e para pessoas com deficiência.

g)Estimular programas de atenção integral à saúde das mulheres, considerando suas especificidades étnico-raciais, geracionais, regionais, de orientação sexual, de pessoa com deficiência, priorizando as moradoras do campo, da floresta e em situação de rua.

o)Capacitar os agentes comunitários de saúde que realizam a triagem e a captação nas hemorredes para praticarem abordagens sem preconceito e sem discriminação.

p)Garantir o acompanhamento multiprofissional a pessoas transexuais que fazem parte do processo transexualizador no Sistema Único de Saúde e de suas famílias.

q)Apoiar o acesso a programas de saúde preventiva e de proteção à saúde para profissionais do sexo.


Diretriz 8: Promoção dos direitos de crianças e adolescentes para o seu desenvolvimento integral, de forma não discriminatória, assegurando seu direito de opinião e participação.

Objetivo estratégico III:

Proteger e defender os direitos de crianças e adolescentes com maior vulnerabilidade.

a)Promover ações educativas para erradicação da violência na família, na escola, nas instituições e na comunidade em geral, implementando as recomendações expressas no Relatório Mundial de Violência contra a Criança da ONU.

b)Desenvolver programas nas redes de assistência social, de educação e de saúde para o fortalecimento do papel das famílias em relação ao desenvolvimento infantil e à disciplina não violenta.

c)Propor marco legal para a abolição das práticas de castigos físicos e corporais contra crianças e adolescentes.


Diretriz 9: Combate às desigualdades estruturais.

Objetivo estratégico III:

Garantia dos direitos das mulheres para o estabelecimento das condições necessárias para sua plena cidadania.

g)Apoiar a aprovação do projeto de lei que descriminaliza o aborto, considerando a autonomia das mulheres para decidir sobre seus corpos.

h)Realizar campanhas e ações educativas para desconstruir os estereótipos relativos às profissionais do sexo.


Diretriz 10: Garantia da igualdade na diversidade.

Objetivo estratégico I:

Afirmação da diversidade para construção de uma sociedade igualitária.

Ações programáticas:

a)Realizar campanhas e ações educativas para desconstrução de estereótipos relacionados com diferenças étnico-raciais, etárias, de identidade e orientação sexual, de pessoas com deficiência, ou segmentos profissionais socialmente discriminados.

Objetivo estratégico V:

Garantia do respeito à livre orientação sexual e identidade de gênero.

a)Desenvolver políticas afirmativas e de promoção de cultura de respeito à livre orientação sexual e identidade de gênero, favorecendo a visibilidade e o reconhecimento social.

b)Apoiar projeto de lei que disponha sobre a união civil entre pessoas do mesmo sexo.

c)Promover ações voltadas à garantia do direito de adoção por casais homoafetivos.

d)Reconhecer e incluir nos sistemas de informação do serviço público todas as configurações familiares constituídas por lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, com base na desconstrução da heteronormatividade.

e)Desenvolver meios para garantir o uso do nome social de travestis e transexuais.

f)Acrescentar campo para informações sobre a identidade de gênero dos pacientes nos prontuários do sistema de saúde.

g)Fomentar a criação de redes de proteção dos Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT), principalmente a partir do apoio à implementação de Centros de Referência em Direitos Humanos de Prevenção e Combate à Homofobia e de núcleos de pesquisa e promoção da cidadania daquele segmento em universidades públicas.

h)Realizar relatório periódico de acompanhamento das políticas contra discriminação à população LGBT, que contenha, entre outras, informações sobre inclusão no mercado de trabalho, assistência à saúde integral, número de violações registradas e apuradas, recorrências de violações, dados populacionais, de renda e conjugais.

Objetivo estratégico VI:

Respeito às diferentes crenças, liberdade de culto e garantia da laicidade do Estado.

c)Desenvolver mecanismos para impedir a ostentação de símbolos religiosos em estabelecimentos públicos da União.


Diretriz 13: Prevenção da violência e da criminalidade e profissionalização da investigação de atos criminosos.

Objetivo estratégico V:

Redução da violência motivada por diferenças de gênero, raça ou etnia, idade, orientação sexual e situação de vulnerabilidade.

d)Promover campanhas educativas e pesquisas voltadas à prevenção da violência contra pessoas com deficiência, idosos, mulheres, indígenas, negros, crianças, adolescentes, lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis e pessoas em situação de rua.

o)Implementar ações de promoção da cidadania e Direitos Humanos das lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e travestis, com foco na prevenção à violência, garantindo redes integradas de atenção.


Diretriz 16: Modernização da política de execução penal, priorizando a aplicação de penas e medidas alternativas à privação de liberdade e melhoria do sistema penitenciário.

Objetivo estratégico I:

Reestruturação do sistema penitenciário.

l)Debater, por meio de grupo de trabalho interministerial, ações e estratégias que visem assegurar o encaminhamento para o presídio feminino de mulheres transexuais e travestis que estejam em regime de reclusão.




Enquanto isso, a discriminação contra evangélicos só aumenta...

Para pensar: "Em nossos dias, pode haver alguém mais digno de reprovação do que uma pessoa politicamente incorreta? A quem chamam de politicamente incorreto? Àqueles que não cedem, que não desprezam seus valores, que não negociam princípios; àqueles que não pensam como a maioria e não aceitam o que todos aceitam."
(Alejandro Bullón, escritor e conferencista cristão)

Uma Pedrinha..



















Entrevista com o autor do livro Crimes Satânicos

1 - De que forma surgiu a idéia do livro Crimes Satânicos?

Na verdade foi através de uma noticia sobre um desses crimes onde uma mãe sacrificou seu próprio filho de menos de 3 anos em um ritual de magia negra. Essa noticia trazia fotos da cena do crime e confesso que isso me abalou e me fez perguntar de onde vinha maldade tal a ponto de uma mãe matar e esquartejar o corpo do próprio filho.

Então comecei a pesquisar sobre o assunto e descobri que mesmo a mídia não divulgando, esses crimes acontecem a todo o momento e em todo o lugar.

Comecei a encontrar muita coisa, tive acesso a cenas de crimes, fotos e tudo o mais, sempre com apoio de pessoas do mundo todo, incluindo policia, perícia, investigadores, familiares de vítimas, etc.

É terrível saber que em alguns cultos satânicos há mães que geram filhos para que, logo ao nascer, sejam sacrificados nos altares satânicos, e isso passa despercebido, pois essas “mães” não dão a luz em hospitais.

No inicio não tinha idéia de escrever um livro, mas conforme fui descobrindo muitas coisas resolvi compartilhar com as pessoas e aí sim surgiu a idéia do livro.
Na verdade o Crimes Satânicos terá pelo menos mais um livro, que será um segundo volume.


2- De onde veio o apoio para a realização do trabalho?

Conforme pesquisava e colhia depoimentos, muitas pessoas se mostravam interessadas em ajudar com matérias, contatos, traduções (inclusive em russo), e citavam casos.

Tentei contatar parentes de crianças desaparecidas ou vitimas de rituais satânicos, mas foi muito difícil, pois essas pessoas vivem com medo e não sabem em quem confiar devido ao descaso com que foram tratadas pela sociedade e até mesmo autoridades, pois no Brasil a luta por justiça é muitas vezes uma luta silenciosa.

É muito triste a forma com que a causa dos desaparecidos é tratada nesse país.
Como uma pessoa só é declarada desaparecida depois de 48 horas, se é sabido que as crianças raptadas e desaparecidas são mortas muitas vezes em até 24 horas.

Isso poderia mudar se os nossos políticos votassem leis que favorecessem uma pronta resposta das autoridades em caso de desaparecimento, porém sabemos que esses mesmos políticos estão mais preocupados em votar o aumento de seus próprios salários.


3 - Você enfrentou algum tipo de pressão durante o andamento dos trabalhos?

Creio que a maior pressão foi espiritual e o pior momento foi a descoberta de um Vídeo Snuff (que são vídeos de assassinatos reais filmados com o objetivo de comercialização, e descobriu-se a conexão desses vídeos com cultos satânicos e redes de pedofilia).

Esse momento foi o mais difícil, pois tive que assistir dezenas de vídeos com esse tipo de conteúdo inclusive vídeos de rituais de magia negra, e infelizmente a internet está cheia desse tipo de conteúdo. Passei por tudo isso, pois minha intenção era encontrar um Vídeo Snuff real, algo que até aquele momento era considerado “Lenda”.

As cenas que eu vi e ouvi são de extrema maldade e posso dizer sim, que o mundo jaz no maligno.

Nesse momento muitas pessoas estavam orando por mim e isso foi essencial para concretizar o trabalho, pois pensei muitas vezes em desistir e até mesmo tive que parar o processo de pesquisa e investigação do livro, pois estava cansado, tendo crises de choro e não conseguia dormir à noite, pois ao fechar os olhos lá estavam as cenas em minha mente.

Minha esposa foi uma verdadeira mulher de Deus e peça importante para a concretização do trabalho, pois tinha momentos que eu não tinha forças nem para orar, talvez muitas pessoas possam ver isso como uma fraqueza, mas realmente tudo isso foi uma grande luta espiritual e com minhas próprias forças eu não teria chegado ao final. Então sei que foi Deus que me capacitou.

Eu não escolhi escrever esse livro, mas era necessário que essa denúncia viesse à tona.


4 - O que mudou em sua vida após o trabalho de investigação e publicação do livro Crimes Satânicos?

Até o livro ser publicado foi uma grande luta como já falei, porém depois com o apoio da editora Naós e de muita gente que tem apoiado o trabalho eu me senti mais seguro, pois vi que realmente eu não estava sozinho em tudo isso, pude ver que muitas pessoas estão se mobilizando e se perguntando:

“O que está acontecendo? Por que tantas crianças somem no país? O que eu posso fazer para ajudar a causa dos desaparecidos?

Muitas pessoas dizem que sou corajoso em fazer isso, mas a verdade é que Leo Montenegro é uma voz solitária na multidão e apenas um jovem acreditando no que diz 1 João 2-14.

Como Cristão acredito que temos que atender ao chamado de Deus para nossas vidas, e o “Eis-me aqui” é algo nobre nos dias de hoje e eu creio que todos podem ajudar na causa dos Desaparecidos, se você tem um blog, site, Orkut ou qualquer meio você pode se mobilizar divulgando textos, fotos, notícias - e com isso podemos sim salvar vidas e evitar que outras crianças sejam raptadas.


5 - Como você vê as noticias veiculadas recentemente na mídia envolvendo crianças em rituais com agulhas?

Esse caso foi uma exceção, pois a mídia nacional acabou divulgando o caso com toda a atenção.

Desde o Caso Evandro de Guaratuba no ano de 1992 que eu não via a mídia dar tanta atenção a um caso envolvendo ritual de magia negra.
Creio que esse caso fez muitas pessoas notarem que essa é uma prática comum e trouxe o assunto à pauta, tanto que quase todos os dias você pode ver novos casos sendo noticiados em toda a mídia.

Esses crimes acontecem com muita freqüência, para você ter idéia em Fortaleza uma série de crimes envolvendo rituais de magia negra estão acontecendo e isso não está sendo divulgado em lugar algum, a verdade é que os crimes continuam e ninguém foi preso até o momento ( Janeiro de 2010).

Na Tanzânia , Borundi e outros paises da África centenas de Albinos estão sendo mortos, esquartejados e seus pedaços estão sendo vendidos para serem usados em rituais de feitiçaria pois existe uma superstição entre os nativos de que feitiços feitos com pedaços de Albinos trazem poderes mágicos.

Como podemos ver isso está acontecendo em todo o mundo, porem pouco se noticia sobre esses casos.


6 - Léo, o que você acha que deveria ser feito para tornar as buscas a pessoas desaparecidas mais eficazes?

O Cadastro Nacional de Desaparecidos seria muito eficaz na busca e catalogação dos desaparecidos no Brasil.

Creio que campanhas do governo seriam de grande valia e até mesmo empresas poderiam colocar em seus rótulos de produtos fotos de crianças desaparecidas como muitas já fazem ou fizeram, parece que esse assunto para a sociedade é coisa do passado, mas os desaparecimentos continuam.

A maior união e integração das policias brasileiras também seria muito bem-vinda.
Mas eu ainda acredito que o maior passo pode ser dado por cada um de nós divulgando e ajudando essa causa, como falei há pouco.


7 - Tem algo, que você descobriu que não foi publicado? Por quê?

Existe muito conteúdo não publicado ainda e teremos um novo livro logo.
Tenho recebido muito apoio de varias pessoas que me escrevem relatando casos, experiências e denunciando crimes.
Tenho pesquisado essas denúncias e posso dizer que tenho em minhas mãos muito conteúdo.
O que posso dizer é que no mínimo eu sei demais e isso é perigoso pois faz de mim um alvo fácil.
Essa é a parte difícil de ser Leo Montenegro rsrs


8 - Que mensagem, você deixaria para as pessoas que estão lendo esta entrevista e que já leram ou pretendem ler o livro?

Leonardo da Vinci disse certa vez: “Aquele que não pune o mal, ordena que ele seja feito”. E eu acredito que até hoje essas crianças tem desaparecido com tanta freqüência no Brasil e no mundo pelo descaso com que esses crimes sempre foram tratados, então devemos denunciar esses crimes para que esses raptores se sintam acuados e assim possam agir com menos liberdade e freqüência.

Sei que não vamos parar os raptos, mas se conseguirmos fazer com que eles diminuam estaremos salvando vidas.

Sobre o livro, eu peço que leiam, mas depois de ler não deixem o livro parado na estante, emprestem para seus amigos da igreja, família, e seus pastores e líderes.

Entendo que o livro é “pesado” e até não aconselho para que algumas pessoas o leiam, mas a mensagem dele não pode ser ignorada e nem ficar parada numa estante.

Obrigado à todos que me escrevem e compartilham suas experiências.

Deus abençoe a todos nós.

OBS: Para contatos com Léo Montenegro escreva para : leomontenegro09@gmail.com


9 – O livro está disponível nas livrarias evangélicas?

Sim. Os interessados podem também contatar a Editora Naós através do site www.editoranaos.com.br. E está disponível também em grandes lojas online, como Submarino, Americanas ou 100 % Cristão.

Faltou Fé no Bêbado

O sujeito está no maior porre na porta de um boteco e, de repente, aparece uma procissão.

Centenas de pessoas reunidas, carregando uma santa num andor toda decorada em verde e rosa. O cachaceiro berra:

-Olha a Mangueira aí, geeeente!!!

Enfezado, o Padre se vira para o bêbado e esbraveja:

-Que falta de respeito, seu excomungado! Fique aí com o seu vício e nos deixe em paz com a nossa fé!

Mal o padre acabou de falar, a santa bate com a cabeça no galho de uma mangueira, cai e se espatifa no chão.

E o bêbado:

- Eu tentei avisar...
-Mas o padre é estressadinho!!!!!

O Padre Novato

O novo Padre da paróquia estava tão nervoso no seu primeiro sermão que quase não conseguiu falar.

Antes de seu segundo sermão, no domingo seguinte, perguntou ao Arcebisbo como poderia fazer para relaxar e este sugeriu que na próxima vez colocasse umas gotinhas de vodka na água, depois de uns goles estaria mais relaxado.

No Domingo seguinte aplicou a sugestão e sentiu-se tão bem, que poderia falar alto no meio de uma tempestade de tão feliz e descontraído que se encontrava.

Depois de regressar à reitoria da paróquia, encontrou uma nota do Arcebisbo dizendo;

Querido Padre:

Na próxima vez coloque gotas de vodka na água e não gotas de água na vodka.

Não coloque limão e açúcar na borda da taça.

O missal não é apoio para o copo.

O manto da imagem não deve ser usado como guardanapo.

Existem 10 Mandamentos e não 12.

Existem 12 Apóstolos e não 10.

Não nos referimos a Cruz como aquele Tesão.

Não nos referimos ao nosso Salvador Jesus Cristo e seus Apóstolos como "Jc e sua banda".

Não nos referimos a Judas como "Filho #@*#$@*#".

O Pai, O Filho e O Espírito Santo não são "O Velho, o Júnior e o Aparecido".

Judas não enforcou Jesus e Tiradentes não tem nada a ver com a história.

Backstreet Boys não estava na relação de música do coro.

Aquela "casinha" era o confessionário e não o banheiro.

A iniciativa de chamar o público para dançar foi muito plausível, mas fazendo trenzinho e correrendo pela igreja, não.

Água Benta é para benzer e não refrescar a nuca.

As hóstias devem ser distribuídas para o povo e não usadas de aperitivo para acompanhar o vinho.

Aquele pregado na Cruz era Jesus Cristo e não Raul Seixas.

Edir Macedo não é diretor tesoureiro da Igreja Católica.

Procure usar roupas por debaixo da batina e evite abanar-se com a batina quando estiver com calor.

O nome de Papa é João Paulo e não Daniel, e nenhum dos dois fez dupla com Xororó.

Pelos 45 minutos de missa que acompanhei, notei essas falhas.

Lembro ainda que uma missa leva em torno de 1 hora e meia e não 2 tempos de 45 minutos.

Numa missa não se faz perguntas ao público, nem existem cartas e universitários.

Aquele sentado no canto do altar, ao qual referiu-se como travesti de "saia" era eu.

Espero que tais falhas sejam corrigidas no próximo domingo.

Atenciosamente.

"Arcebispo" e não "Zé Ruela"